Pe. Eugénio da Cunha Sério

 diocese - Guarda

Caro Amigos e Irmãos, boa tarde !

Votos de Paz e Bem na Graça do Senhor.

Acabamos de tomar conhecimento do falecimento do Reverendo Pe. Eugénio da Cunha Sério, dia Diocese da Guarda

Homem muito dedicado ao Movimento dos Cursilhos de Cristandade:

·         Viveu a experiência do “seu” cursilho de cristandade no verão de 1962 (55 anos), na cidade de Vitória, em Espanha;

·         De 26 a 29 de Dezembro de 1962, fez parte da Equipa sacerdotal do 1º. Cursilho de Cristandade da Diocese da Guarda;

·         Foi Assistente Espiritual da Diocese da Guarda de 1963 a 2015.

Louvamos o Senhor pelo seu ministério e dedicação ao serviço da Igreja e do Movimento dos Cursilhos de Cristandade.

O funeral realiza-se amanhã (Sábado), pelas 16H00, na Sé da Guarda.

Aos familiares, Amigos e toda a família cursilhista da Diocese da Guarda, o Secretariado Nacional apresenta sentidas condolências, rogando ao Senhor que o acolha na paz e luz da bem-aventurança eterna.

Recebei um fraterno abraço de Irmãos em Cristo.

De Colores !

Saúl Quintas

_________________________________________________________________________________________

Morreu o Director do jornal «A Guarda»

Sexta-feira, 6 Outubro, 2017   GuardaMedia / InternetObituárioReligião

Morreu esta sexta-feira, 6 de Outubro, no Hospital da Guarda, o Cónego Eugénio da Cunha Sério, director do jornal «A Guarda».

Cónego Eugénio da Cunha Sério - Jornal A Guarda - Capeia Arraiana

Cónego Eugénio da Cunha Sério (foto: Jornal «A Guarda»)

Natural de Vila Cova, concelho de Seia (19|Fevereiro |1934), frequentou os Seminários Diocesanos do Fundão e Guarda – de 1941 a 1954.
Foi ordenado sacerdote em Vila Cova à Coelheira a 19 de Agosto de1956, por D. Domingos da Silva Gonçalves.
Ao longo dos tempos, o Jornal A GUARDA conheceu uma plêiade de colaboradores que, de acordo com o historiador Jesué Pinharanda Gomes, o elevou a “decano dos semanários católicos portugueses”.
Nas últimas décadas, de entre os colaboradores, mais tarde com funções de redacção e direcção, destaca-se o nome do Padre Eugénio da Cunha Sério.
Mentor de campanhas solidárias, nomeadamente a favor das obras do Centro Apostólico D. João de Oliveira Matos e do Seminário Maior da Guarda, dedicou muitos dos artigos, que escrevia com regularidade, no Semanário A GUARDA, aos acontecimentos que iam marcando o quotidiano da vida.
De uma cultura geral invejável, o Padre Eugénio sempre soube transmitir, com leveza, educação e grande profundidade, os conhecimentos adquiridos em longas e meditadas leituras que sempre o definiram. Atento e conhecedor da realidade que o rodeia, num mundo que é cada vez mais uma aldeia global, não se poupava a esforços para ajudar a desvendar os mistérios dos tempos.
Outra das vertentes do Padre Eugénio foi a de dinamizador de obras que aparecem como marcas de referência na cidade e na Diocese da Guarda. São exemplo disso a construção da Igreja da Mãe de Deus, em São Miguel da Guarda e do Centro Apostólico D. João de Oliveira Matos, na Quinta de Nossa Senhora do Mileu – Guarda.
Ao longo de vários números do jornal A GUARDA, o Padre Eugénio fez apelos à generosidade de todas as pessoas de boa vontade, para que ajudassem na construção do Centro Apostólico e na recuperação do Seminário Maior da Guarda.
Como Director da Casa dos Gaiatos, na Guarda, distinguiu-se pela dedicação e promoção de largas centenas de jovens.
Algumas nomeações:
Outubro de 1956 – Professor e prefeito no Seminário do Fundão,
Outubro de 1961 – Coadjutor da Sé e São Vicente – Guarda;
Novembro de 1963 – Professor no Liceu da Guarda, Acção Católica e Cursos de Cristandade;
Outubro de 1979 – Pároco de São Vicente – Guarda;
Dezembro de 1979 – Pároco do Curato de Nossa Senhora de Fátima – Guarda (São Miguel);
Setembro de 1981 – Director do Secretariado de Liturgia; Professor de Educação Moral e Religiosa católica na Escola do Magistério e na Escola de Educadores de Infância;
Setembro de 1982 – Director Espiritual no Seminário Maior;
Outubro de 1987 – Desvinculado do Curato de Nossa Senhora de Fátima;
Outubro de 1990 – Defensor do Vínculo no Tribunal Eclesiástico – Guarda;
Dezembro de 1990 – Administrador paroquial de São Miguel e São Pedro do Jarmelo;
Fevereiro de 1992 – Membro da Direcção da União Apostólica do Clero;
Setembro de 1994 – Nomeado novamente Director Espiritual no Seminário Maior da Guarda;
Setembro de 1996 – Chefe de redacção do Jornal «A Guarda»;
Janeiro de 1999 – Cónego Capitular da Sé da Guarda;
Fevereiro de 1999 – Cónego Penitenciário da Catedral da Guarda;
Novembro de 2001 – Membro da Comissão Promotora e Coordenadora do Diaconado Permanente;
Março de 2003 – Director adjunto do Jornal «Guarda»;
Setembro de 2003 – Director do Secretariado Diocesano de Liturgia e Comissão de Arte Sacra;
Janeiro de 2005 – Confessor Ordinário no Carmelo da Santíssima Trindade;
Janeiro de 2006 – Director da Casa Veritas;
Julho de 2006 – Director do Centro Apostólico D. João de Oliveira Matos – Guarda;
Novembro de 2008 – Membro do Conselho Presbiteral;
Junho de 2010 – Defensor do Vínculo do Tribunal Eclesiástico da Guarda;
6 de Outubro de 2017 – Morreu no Hospital da Guarda.
jcl (com Jornal «A Guarda»)

_________________________________________________________________________________________

 

INÍCIO

 contador de visitas

______________________

______________________